Wednesday, October 13, 2010

Clube dos Pensadores - Medina Carreira Out 2010

2 Comentários

Fechar esta janelaIr para formulário de comentário

Blogger as-nunes disse...
Bom dia a todos Tenho uma opinião acerca de Medina Carreira, que, penso, será comungada por muito mais pessoas: é um céptico inveterado; um crítico destrutivo, desmoralizador, demolidor; é um seguidor do princípio "faz o que eu não fiz"; o seu hobby exclusivo é estudar até à exaustão os pontos fracos da situação actual do País e bombardeá-los com professias catastróficas. Tudo isto para dizer da minha opinião acerca da melhor forma de tentarmos sair do atoleiro em que estamos atascados até ao nariz. Não podemos ser tão pessimistas, "velhos do Restelo". Devemos, isso sim, propor caminhos para sair desta crise infernal que está a toldar os nossos espíritos, em geral, e os dos políticos, em particular, tão desorientados que andamos. Precisamos urgentemente de alguma estabilidade política, dispensamos esta "guerra na capoeira" em que o Ps e o PSD estão envolvidos e estão a envolver os Portugueses. Haja senso, precisamos de consensos, urgentemente. Ou será que já não há patriotas, que sejam capazes de por os interesses de toda uma Nação à frente dos interesses pessoais e corporativos? Que República é esta? Será que temos que dar razão ao Dr. Alberto Jardim ao apelar a uma ruptura a caminho duma IV República!... Até apetece concluir, como antigamente, A Bem da Nação António Nunes
Quarta-feira, Outubro 13, 2010 10:17:00 AM
Excluir
Anônimo Anônimo disse...
Também penso como o nosso amigo António Nunes e já comentei várias vezes,Medina Carreira fala que isto está mal, diz aquilo que todos vemos, mas e soluções??? nada. Para isso muito obrigada nós queromos pessoas que nos tragam a solução. Eu só pergunto onde estão os grandes economistas, as grandes cabeças deste país? Carolina Graça
Quarta-feira, Outubro 13, 2010 11:07:00 AM

Comentários no dispersamente de 8 de Outubro de 2010

5 Comentários

Fechar esta janelaIr para o formulário de comentários

Blogger relogio.de.corda disse...
A paz, a igualdade... só acontecerá quando a distribuição do pão for igual para todos; infelizmente, isto parece cada vez mais uma miragem.
Dom Out 10, 06:13:00 PM 2010
Eliminar
Blogger as-nunes disse...
Sem dúvida, "relogio.de.corda" Paz, Trabalho, Pão Só aquilo que nos dão? A mais não devemos almejar? Esperamos sem lutar? Eis a grande questão que se começa a levantar, outra vez com grande acuidade, às populações que alimentam, por esse mundo afora, o apetite insaciável dos Homens empoleirados no Poder.
Dom Out 10, 06:30:00 PM 2010
Eliminar
Anónimo arte por um canudo 2 disse...
Sem dúvida muito lindo o apelo poético à igualdade.Só haverá paz quando houver pão para todos.Bom Domingo. Gr. abraço
Dom Out 10, 07:36:00 PM 2010
Eliminar
Blogger Luís Coelho disse...
Todos procuramos paz e pão, mas isso cada dia está reservado só a algumas classes. A política tem destas coisas.
Dom Out 10, 10:34:00 PM 2010
Eliminar
Blogger Flor disse...
beijo amigo, amei este post
Ter Out 12, 04:22:00 PM 2010
Eliminar

Wednesday, October 15, 2008

http://sombra-verde.blogspot.com/

as-nunes disse...
Caro Pedro

É caso para formular uma questão muito simples e básica: se as árvores incomodam algumas pessoas, porque é que não foi feita essa avaliação na altura? A verdade é que os passeios são estreitíssimos (há que poupar terreno!) mas, mesmo assim, era de bom tom plantar umas árvores para as estatísticas do verde na cidade. Agora que elas começam a encorpar, aqui d´El-Rey que me estão a incomodar as vistas para a rua e fazer sombra às janelas!Infelizmente é o que se constata que está a acontecer em muitos sítios.A solução era fácil. Porque não prever espaços/terrenos, no meio das urbanizações, expressamente para plantar bosquetes. Sempre haveria algumas manchas verdes no interior das cidades, tão necessárias ao indispensável equilíbrio ambiental dos meios urbanos.Com estas políticas, os nossos netos é que vão sofrer as consequências mais gravosas, mas nós temos o dever cívico de responsbilizar criminalmente quem comete crimes desta natureza. Já chega de tanta prepotência por parte das Câmaras Municipais!
11:42 AM

Tuesday, April 10, 2007

Cartazes!

http://pensamentos-vagabundos.blogspot.com/2007/04/o-partidinho-dos-anti-imigrantes_02.html

Acabei de colocar este comentário no pensamentos-vagabundos:

Permitam-me que meta a minha colherada neste assunto.
Como já deixei expresso 2 vezes, que me lembre, no meu blogue, não concordo que estes cartazes ou outdoors como lhes queiramos chamar, sejam de partidos legalizados sejam de outras agremiações, contribuam para a tremenda poluição que por aí se vê, sente e cheira.Agora que dou comigo a olhar com mais atenção os pormenores dos jardins, das praças, das ruas, das árvores, de tudo aquilo que compõe o ambiente em que vivemos - que dizemos querer que seja saudável,harmonioso, contribuindo assim para o nosso equilíbrio psicológico - cada vez me revolto mais contra estes cartazes. É que, geralmente, dada a necessidade de se tornarem bem visíveis, são colocados de tal forma que nos tapam a vista de partes sensiveis e significativas das nossas cidades e outros locais públicos especialmente concebidos para o nosso lazer.Mais um exemplo: em Leiria existe o edifício do antigo Banco de Portugal, arquitectura dos primórdios do séc. XX, bastante emblemática, em pleno centro da cidade, frente ao Jardim Luís de Camões. Nesse edifício funciona o departamento da Cultura do Município de Leiria. Sempre que há uma exposição, a forma escolhida para a sua promoção é a colocação de grandes painéis na fachada do edifício. Digamos que 10% da fachada fica tapada pelos painéis.Ora se o edifício em si mesmo é digno de ser apreciado porquê tapá-lo para fazer publicidade a uma exposição?Não haverá outras formas de promoção de eventos?
António

Saturday, February 10, 2007

http://pitangadoce.blogspot.com/2007/02/desse-jeito-sentada-ali-no-banco-da.html

Colocado no Pitanga doce
asn said...
Há algum tempo que não vinha por estes lados. A ocasião proporcionou-se hoje, Sábado, um momento de divagação pela Net, pelos blogues da tertúlia em que me sinto bem...
Li e gostei, como aliás sempre acontece quando aqui venho e páro um pouco para falar. É como se se estivesse a viver o que se conta aqui, a participar das cenas do quotidiano que a Pitanga vai desenrolando dia após dia, com entusiasmo, incansavelmente, quantas vezes a tocar no íntimo das nossas almas.A vida que passa e que nós tantas vezes nem sentimos o seu passar!...
Um bj
António
10/2/07 11:58 AM

Saturday, January 27, 2007

http://www.blogoteca.com/novomundo/index.php?cod=8426

IVG - SIM ou NÃO
SIM/NÃO/???/!??/!!!

Pois, mas a questão é que os snrs. parlamentares não foram capazes ou não estiveram para correr o risco de serem eles a decidir se era ou não de se manter a lei que está em vigor.E o povo anónimo vai decidir com mais propriedade? Com mais precisão matemática?O Parlamento passou a batata quente e agora andam a gastar o dinheiro do erário público nesta campanha incrível onde já está a valer tudo, onde os políticos candidatos a lugares de relevo se batem por uma causa que já não devia ser deles, directamente. Porque os Deputados já tomaram uma opção previamente. Abstiveram-se vilmente!
Comentario por antonio (28-01-2007 03:29)